Ciclovias em Sorocaba

Em quatro anos, o número de bicicletas passou de 190 mil para 300 mil na cidade.

Em quatro anos, o número de bicicletas passou de 190 mil para 300 mil na cidade.

A cidade de Sorocaba no interior de São Paulo está se destacando nacionalmente como cidade modelo no assunto ciclovias. Atualmente conta com 106 km de ciclovias sendo 103 km separados do trânsito de veículos por barreiras físicas como canteiros e gradis.

Com um projeto conhecido como Plano Cicloviário que desenvolve a criação de ciclovias de modo seguro e programas de incentivo ao uso da bicicleta, Sorocaba já conquistou a segunda colocação de cidade com maior rede de ciclovias do Brasil, atrás apenas do Rio de Janeiro. As ciclovias possuem padrão com pintura vermelha, sinalização viária com placas e pintura de solo e, ao longo dos percursos, calçadas para caminhadas, sistema de iluminação e paisagismo. Os ciclistas dispõem de 50 paraciclos com capacidade para 60 bicicletas e 8 quiosques com bicicletários, além de 19 estações de empréstimo de bike para a população.

Para este ano está programado a construção de mais 20 km de ciclovias além de uma conexão de 32 km até a cidade de Itu.

O exemplo deve ser seguido para o todo Brasil, para assim ter um crescimento de mais bicicletas e menos carros nas ruas!

Veja imagens e vídeos de como funciona o sistema de ciclovias!


Fonte: Prefeitura de Sorocaba e Estadão

Use EcoBags

Use Pense ECO!

Visite o novo site da www.penseeco.com

Anúncios

A última árvore

a_ultima_arvore

 

Um monumento foi construído em Rikuzentakata, para eternizar a última árvore sobrevivente das 70 mil destruídas ao longo da costa japonesa, após o tsunami.

O imponente pinheiro de 88 metros sobreviveu por cerca de 18 meses após o tsunami, mas morreu devido aos altos níveis de solução salina introduzidas em seu ambiente. Depois de derrubada ela foi reerguida e colocada em um suporte, e os seus galhos foram colocados de volta, como quando ainda estava viva.

Fonte:  IdeaFixa

Use EcoBags

Use Pense ECO!

Visite o novo site da www.penseeco.com

 

%d blogueiros gostam disto: