Casa ovo

casa_ovo

Para criar um local sem impacto na natureza, esse artista e pesquisador criou a casa ovo. De extrema simplicidade o ambiente tem apenas o essencial e é totalmente auto-sustentável.

Com o objetivo de observar as mudanças climáticas Stephen Turner pretende ficar 1 ano em seu ovo flutuante no sul da Inglaterra. No final deste período, o ovo vai se tornar um a exposição de arte.

Esse excêntrico projeto pode ser acompanhado através do site, redes sociais e até mesmo por câmeras instaladas em torno do ovo.

exbury egg 6exbury egg 5

the_exbury_egg-stephen_turner-7-990x659 the_exbury_egg-stephen_turner-4-990x659 M2-1 exbury egg 9

Arch2o-exbury-egg-PAD-studio-the-SPUD-group-and-artist-stephen-turner-1 - Cópia

Para conhecer mais sobre o projeto, acesse www.exburyegg.org

 

Use EcoBags

Use Pense ECO!

Visite o novo site da www.penseeco.com

 

 

Ciclovias em Sorocaba

Em quatro anos, o número de bicicletas passou de 190 mil para 300 mil na cidade.

Em quatro anos, o número de bicicletas passou de 190 mil para 300 mil na cidade.

A cidade de Sorocaba no interior de São Paulo está se destacando nacionalmente como cidade modelo no assunto ciclovias. Atualmente conta com 106 km de ciclovias sendo 103 km separados do trânsito de veículos por barreiras físicas como canteiros e gradis.

Com um projeto conhecido como Plano Cicloviário que desenvolve a criação de ciclovias de modo seguro e programas de incentivo ao uso da bicicleta, Sorocaba já conquistou a segunda colocação de cidade com maior rede de ciclovias do Brasil, atrás apenas do Rio de Janeiro. As ciclovias possuem padrão com pintura vermelha, sinalização viária com placas e pintura de solo e, ao longo dos percursos, calçadas para caminhadas, sistema de iluminação e paisagismo. Os ciclistas dispõem de 50 paraciclos com capacidade para 60 bicicletas e 8 quiosques com bicicletários, além de 19 estações de empréstimo de bike para a população.

Para este ano está programado a construção de mais 20 km de ciclovias além de uma conexão de 32 km até a cidade de Itu.

O exemplo deve ser seguido para o todo Brasil, para assim ter um crescimento de mais bicicletas e menos carros nas ruas!

Veja imagens e vídeos de como funciona o sistema de ciclovias!


Fonte: Prefeitura de Sorocaba e Estadão

Use EcoBags

Use Pense ECO!

Visite o novo site da www.penseeco.com

A última árvore

a_ultima_arvore

 

Um monumento foi construído em Rikuzentakata, para eternizar a última árvore sobrevivente das 70 mil destruídas ao longo da costa japonesa, após o tsunami.

O imponente pinheiro de 88 metros sobreviveu por cerca de 18 meses após o tsunami, mas morreu devido aos altos níveis de solução salina introduzidas em seu ambiente. Depois de derrubada ela foi reerguida e colocada em um suporte, e os seus galhos foram colocados de volta, como quando ainda estava viva.

Fonte:  IdeaFixa

Use EcoBags

Use Pense ECO!

Visite o novo site da www.penseeco.com

 

Lembrança para Casamento

 

A Hora do Planeta

A Hora do Planeta

Criado em 2007 na Austrália, onde apenas a cidade de Sydney participou, a Hora do Planeja obteve destaque no mundo todo e resultou com a participação de 50 milhões de pessoas no ano de 2008. Já no ano passado, foram cerca de 1,8 bilhão de pessoas em todo o mundo apagando as luzes por uma hora.

Em 2009 uma empresa de leite da Dinamarca, trocou sua tradicional caixa de leite na cor branca e verde pelo preto e cinza.

Promovido pela WWF (World Wide Fund for Nature ou Fundo Mundial para a Natureza), a Hora do Planeta, é um ato simbólico em que governos, empresas e sociedade civil demonstram a sua preocupação com o aquecimento global, apagando as suas luzes durante sessenta minutos.

Neste ano a Hora do Planeta acontecerá no dia 31 de março – Sábado, das 20h30 às 21h30. Apague as luzes e participe da Hora do Planeta 2012.

Veja o vídeo de divulgação e as imagens de diversos lugares do mundo mobilizados em anos anteriores para a Hora do Planeta.

Participe você também e ajude a divulgar!

Cristo Redentor - Rio de Janeiro - Brasil

Congresso Nacional - Brasília - Brasil

Arcos da Lapa - Rio de Janeiro - Brasil

Torre Eiffel - Paris - França

Coliseu - Roma - Itália

Burj Al Arab - Dubai - Emirados Árabes Unidos

Portão de Brandemburgo - Berlim - Alemanha

Las Vegas - Estados Unidos

Pirâmides de Gizé - Cairo - Egito

Petronas Twin Towers - Kuala Lumpur - Malásia

Ópera House - Sydney - Austrália

Use EcoBags

Use Pense ECO!

Visite o novo site da www.penseeco.com

Compre já sua sacola na Pense ECO! Store www.penseeco.com/store

Jardins em miniatura chamam atenção nas ruas de Londres

Steve Wheen - transforma buracos nas ruas em pequenos jardins.

Até onde a criatividade pode nos levar? No caso de Steve Wheen, levou muito longe e foi capaz de superar a barreira do esperado. Autor do blog The Pothole Gardener (O Jardineiro do buraco), ele apresenta em fotos sua arte, jardins em miniatura nos buracos das ruas do leste de Londres. A ideia veio de um projeto de faculdade que tem crescido cada vez mais (sem trocadilhos!).  Escolhendo sempre ruas movimentas para que o objetivo sempre seja alcançado, chamar atenção dos transeuntes.

E como seria este projeto aqui no Brasil? O resultado talvez seria mais jardim e menos asfalto!

,

 

Use EcoBags

Use Pense ECO!

Visite o novo site da www.penseeco.com

Compre já sua sacola na Pense ECO! Store www.penseeco.com/store

High Line Park – NY

O que fazer com uma linha férrea desativada no meio da cidade? Nova York achou uma ótima solução para isso transformando em um belo, agradável e grande parque, o High Line Park.

The High Line Park - New York

The High Line Park – New York

The High Line Park

The High Line Park abandonado em 1999

A High Line foi uma antiga linha férrea construída em 1934, já das décadas de 60 uma parte foi demolida por razão do baixo volume de trem. E em 1980 foi totalmente desativada. Desde então o destino foi o abandono e muitas tentativas de demolição.

Foi em 1999 que através de dois jovens nova-iorquinos sem experiência em urbanismo e arquitetura, mas que tiveram a iniciativa de criar o movimento “Amigos da High Line” que foi o primeiro passo para a transformação.

Hoje com 1,6km de extensão o Park conta com uma ótima estrutura, como espelhos d’água, cadeiras fixas e moveis para descanso, gramados para piquenique, espaço para realização de eventos culturais como por exemplo um festival de cinema. Existe também um grande cuidado na manutenção, com o fechamento todas as segundas e terças-feiras com o objetivo de cuidar do jardim e permitir que a grama se recupere.

O retorno para cidade foi enorme, com uma grande diminuição na violência da região, a valorização do imóveis ao redor e um novo ambiente para turismo e para os próprios moradores da cidade.

No Brasil existem projetos semelhantes para o Elevado Costa e Silva – São Paulo, no qual querem demoli-lo, mas várias propostas já foram apresentadas para revitalizar e transformá-lo em um parque elevado.

Vista aérea do projeto vencedor do Prêmio Prestes Maia Urbanismo de 2006, que transforma o Elevado Costa e Silva em um parque.

Veja algumas belas imagens do The High Line Park.

Fonte:  The High line www.thehighline.org/

Use EcoBags

Use Pense ECO!

Visite o novo site da www.penseeco.com

Compre já sua sacola na Pense ECO! Store www.penseeco.com/store

%d blogueiros gostam disto: