Telhado verde

Você já imaginou que um telhado pode ter muito mais utilidade do que além de cubrir nossas casas? O telhado pode até virar o local de descanço e relaxamento, isso mesmo, esse é um dos muitos objetivos e benefícios do telhado verde.

O telhado verde consiste no cultivo de vegetação sobre um solo projetado no telhado de uma edificação. Lembrando que para construir um telhado verde é necessário preparar a cobertura da casa, com uma laje resistênte e impermeabilizada,  canos perfurados para drenar a água, uma camada de brita e compostos orgânicos.

Essa tendência está em grande crescimento em todo o mundo: cidades como Nova York e Chicago, por exemplo, mais que dobraram a superfície verde dos prédios da cidade com ajuda de lei que permite abatimentos em impostos resultando em uma cobertura verde que soma 87,7 mil de metros quadrados, ou 10% da área construída da cidade de NY (dados do The New York Times em 2009).  Assim também na Alemanha os telhados verdes são parcialmente subsidiados pelo governo como uma forma de incentivo. Essa atitude está por toda Europa e chega agora ao Brasil.

Muitas pesquisas realizadas em todo mundo mostram que os benefícios gerados pelo telhado verde são enormes, mantendo as temperaturas baixas e absorvendo grande quantidade da água da chuva.

Veja alguns dos pontos positivos do telhado verde:

– é um ótimo regulador de temperatura: reduz a temperatrura no calor, criando um ambiente agradável e fresco. Nos dias frios, retém o calor;
– retém a água da chuva: porque um telhado verde absorve e evapora mais a água da chuva os tratamentos de esgotos e de águas residuais são aliviadas, ótima opção para cidades grandes e com pouca vazão para a água;
– ajuda a isolar o local de ruídos, resultando e uma ótima acústica e redução de barulhos externos
– beleza estética;
– valorização do imóvel;
– durabilidade maior em comparação ao telhado comum;
– um ambiente a mais para a casa;
– produção de alimentos, ervas e flores, gerando condições de vida para insetos e aves.

Vejam algumas belas imagens de telhado verde ao redor do mundo!

Hotel na Alemanha

Telhado verde nas Ilhas Faroe Dinamarca

Tradicional telhado verde em uma vila nas Ilhas Faroe – Dinamarca

Igreja na Islândia

Telhado verde ondulado – hotel em Stavanger, Noruega

Telhado verde plantada com espécies nativas em L’Historial de la Vendée, um novo museu no oeste da França

Jardim na cobertura de um prédio.

Prefeitura de Chicago

Ilustração do centro de São Paulo todo coberto com telhado verde.

Um jardim no terraço em Manhattan – NY

Um telhado verde e moderno ( California Academy of Sciences ). Construído para ter uma baixa manutenção muitas espécies de plantas nativas.

Use EcoBags

Use Pense ECO!

Visite o novo site da www.penseeco.com

Compre já sua sacola na Pense ECO! Store www.penseeco.com/store

Anúncios

Telhas Ecológicas

Telha feita de garrafa PET pela Telha Leve (Fotos: Divulgação)

Rio de Janeiro – O uso de garrafas PET em tapetes, bases de pufes, luminárias e sistemas de aquecimento solar já é conhecido. Pois

Pense ECO! sacola ecológica

Sacola Ecológica Pense ECO!

no segmento de materiais de construção, o tal polietieleno tereftalato também vem ganhando destaque. Em Manaus, o engenheiro eletrônico Luiz Antônio Pereira Formariz começou a investir na resina, tradicionalmente usadas em embalagens de refrigerante e água mineral, para fazer telhas. Assim, fundou a empresa Telhas Leve. O custo do metro quadrado do produto é de R$ 39, duas vezes mais alto que o da telha convencional de barro, que gira em torno de R$ 19. Mas, de acordo com Formariz, devido à sua leveza, o gasto com a estrutura do telhado custa R$ 15, um quarto do preço da tradicional, que é de R$ 70 em média.

As telhas de PET podem ainda ser encontradas em diferentes cores, como azul, amarela e vermelha. A marrom-cerâmica reproduz fielmente o tom das peças de barro. E a durabilidade do produto pode ser até cinco vezes maior. Além disso, Formariz destaca a importância que o produto traz ao meio ambiente.

 

Cores diferentes de telhas de plástico reciclado

“Hoje em dia, devido a popularização do consumo de refrigerantes embalados em garrafas de PET, a telha plástica tornou-se também uma grave ameaça ao meio ambiente, pois, após o consumo do conteúdo dessas garrafas, elas se transformam em lixo, causando poluições que afetam drasticamente o meio ambiente. Com a reciclagem do PET, existe a possibilidade de controlar esse problema, pois o material poderá ser transformado em outros produtos de grande utilidade e necessidades básicas para as pessoas”, explica o engenheiro.

A coleta das garrafas PET é feita por cooperativas e associações de catadores de lixo. A reciclagem do material, segundo o engenheiro, além de poder contribuir para uma possível fonte de renda para famílias pobres ou desempregadas, reduz os de custos de fabricação dos produtos. Por ser um material que depende apenas de coleta, reciclagem, e dos devidos tratamentos de preparação, o plástico implica num preço um pouco menor do que se fosse comprado novo.

Curta a Página da Pense ECO! no Facebook Curtir

Use Sacolas Ecológicas. Use Pense ECO!

%d blogueiros gostam disto: