Alemanha vai abandonar energia nuclear até 2022

Chanceler alemã, Angela Merkel; país pretende deixar de usar energia nuclear até 2022; acidente no Japão causou debate.

Enquanto o governo brasileiro quer aumentar o número de usinas nucleares no país (contrução da usina de Angra 3), a chanceler Alemã Angela Merkel vai abandonar a energia nuclear até 2022.

O compromisso de desligar todas as 17 usinas do país foi assumido na madrugada desta segunda-feira pela coalizão de governo da chanceler Angela Merkel. Cumprido, o cronograma fará da Alemanha a primeira potência a abrir mão de uma infraestrutura montada para geração de energia nuclear.

Conforme o anúncio, as oito centrais nucleares que foram fechadas provisoriamente após o acidente de Fukushima, no Japão, jamais voltarão a abastecer a rede elétrica. Até 2021, a maioria das demais usinas será desligada, e três delas, as mais modernas do país, serão fechadas até o ano seguinte.

No sábado, 30/05/2011 cerca de 160 mil pessoas saíram às ruas em 21 cidades alemãs

Segundo o ministro do

Meio Ambiente alemão, Nobert Röttgen, estas três usinas mais modernas devem ser vistas como reserva de segurança, em caso de escassez energética, e seu fechamento em 2021 ou 2022 será decidido somente em 2018.

Com a decisão, tomada na esteira da crise nuclear do Japão, o governo alemão recua da lei aprovada no ano passado que prolongou a vida das usinas nucleares em um média de 14 anos, estabelecendo 2036 como prazo para o fechamento da última central – e revalida decisão tomada em 2000 pela coalizão do então chanceler Gerhard Schröeder, que previa o abandono da energia nuclear em 2021.

Veja o vídeo do Greenpeace sobre a energia nuclear!

Fonte: Veja, Com agência Reuters e France-Presse

Use EcoBags

Use Pense ECO!

Visite o novo site da www.penseeco.com

Compre já sua sacola na Pense ECO! Store www.penseeco.com/store

Prédio tecnológico imita floresta e produz sua própria energia

O objetivo era criar um prédio orgânico, com alturas diferentes, imitando uma floresta e convivendo bem com o espaço.

Uma torre de 200 metros de altura construída na China vai se tornar o mais tecnológico dos prédios de negócios do mundo. O projeto é do arquiteto Kevin Kennon, responsável também pelas sedes do Banco Central Europeu e do Lehman Brothers.

A construção da Tian Fang será concluída em 2013. Antes de desenhar a torre, os arquitetos estudaram os ventos e a propagação da luz solar no local. O objetivo era criar um prédio orgânico, com alturas diferentes, imitando uma floresta e convivendo bem com o espaço.

Em vez de ter quatro cantos como qualquer prédio comum, a Tian Fang terá 18. Isso porque, assim, as salas ganham formatos diferentes que vão favorecer a iluminação pelo sol. Serão aproximadamente 50 atriums em que a luz natural tomará conta. As correntes de ar vão evitar o uso de aparelhos de refrigeração.

No topo da construção, telhados angulosos ganharão painéis de energia solar. O prédio ainda usará células de hidrogênio para armazenar a energia do sol e terá turbinas que vão produzir eletricidade por meio do vento. Com tudo isso, a Tian Gang promete gerar ao menos 20% da energia que será consumida lá dentro.

Fonte:3M

Use EcoBags

Use Pense ECO!

Visite o novo site da www.penseeco.com

Compre já sua sacola na Pense ECO! Store www.penseeco.com/store

Ecobags da Pense ECO! Store

Conheça as Ecobags da Pense ECO! Store.

ecobag sacola ecologica

Clique e visite - Ecobag Pense ECO! Store

%d blogueiros gostam disto: